Cusco: Waqrapukara, the second Inca wonder

waqrapukara-hike-full-day-experience-in-cusco-545862Obliged by the circumstances – competition, mass tourism -, the Cusco operators point to the south, whose quality destinations are only visible. However, years ago, visionary agencies such as iTerra Peru Aventuras (Facebook iTerra Peru) explored this territory and positioned new routes long before the Sacred Valley became super-important.

Needless to say, we did not enjoy the cosmopolitan Cusco night, because at 4 in the morning they picked us up from the hotel. It was cold in Huayqui, the starting point, but as soon as we started to play for a majestic puna we got warm. We do not cross paths with any tourists, only shepherds taking care of their flocks, and this route is more for travelers in search of spirituality drowned in commercial tours.

Suddenly, an amazing hollow interrupts the high plateau. The archaeologist Miguel Cornejo, who investigated the place in 2010, tells us with astonishment: “Before entering Waqrapukara, we arrive at a space formed by fluvial and wind erosion. The entire natural environment warns that it is reaching a special place, out of the ordinary, of incomparable beauty “.

The abyss that forms the Apurímac River is the cherry of the cake and makes Waqrapukara (4,104 m.s.) one of the most spectacular landscapes of the Andes. The Inca architects molded their buildings to geography. “It is an Inca sanctuary of the first order, which denotes immense political and religious power not yet deciphered,” Cornejo adds.

What more can I say? These are the places that make my heart beat faster (and not because of height), that I return at 17, to feel deep, as Mercedes Sosa sang.

Anuncios

Archaeological exploration will begin in Machu Picchu in search of new findings

 

panoramico-54

Specialists and technicians of the Decentralized Directorate of Culture of Cusco (DDCC), will begin archaeological prospecting work in the archaeological park of Machu Picchu, which would allow the discovery of new vestiges, it was reported.
Francisco Huarcaya Quispe, head of the Inca Road Network, told Andina News Agency that this year the work will be centered between the Phuyupatamarca and Torrepata sectors, which is at kilometer 106 of the railway line to Machu Picchu Pueblo or Aguas Calientes .
“Last year there was a record of some roads, sacred sectors, lookouts, huacas, which for us are places of worship,” he said, referring to the discoveries between the middle and upper part of Mount Intipata or Torrepata.
Here were found funerary contexts, huacas or ceremonial zones of the Inca period, funerary contexts, under rocky shelters, anthropomorphic paintings, camelids, zigzag lines, ceramics, puquios, viewpoints, among others.
Francisco Huarcaya Quispe said that similar to these findings and perhaps more surprising vestiges would treasure Machu Picchu on the Inca Trail since it has preliminary knowledge of main and secondary roads, “within them we will probably find viewpoints, sacred spaces to the mountains that are around , Salkantay, La Veronica, Pumaq Sillun. “

Machu Picchu: How is the floor of the citadel maintained in good condition?

DCIM100GOPROGOPR0485.JPG
DCIM100GOPROGOPR0485.JPG

 

 

 

 

 

 

 

The direction of the National Archaeological Park of Machu Picchu explained some special measures reduce the impact of rain on the Inca citadel.

Machu Picchu (Cusco) is visited daily by some 5 thousand domestic and foreign tourists. This great income of people to the citadel, distinguished as “the main tourist attraction of the world 2017”, by the World Travel Awards (WTA) 2017.

With the aim of preserving the citadel of Machu Picchu, these are some actions taken to maintain the patrimonial zone.

Fernando Astete, director of the National Archaeological Park of Machu Picchu, said that because the archaeological zone before had roofs (in the Inca period) and now, spaces without coverage could suffer deterioration due to rainfall.

On the other hand, according to Astete, the use of a special floor has been beneficial because if it had not been implemented, the floor of the Inca archaeological site would have collapsed by up to 15 centimeters.

“We have to make the treatment of the floors with a sloping surface so that the waters leave the enclosures, the trails have to have a work of ramming, all this is done to avoid the infiltration of water which is what could damage the most” , explained Astete about the maintenance that takes place in the heritage zone.

“The rains could structurally compromise the monument if
the rainwater infiltrates the subsoil. To avoid this, drainage systems have been operated in a better way
Inca times with contemporaries, “Astete told the Andina news agency.

Each month, Machu Picchu is visited by 150 thousand tourists, which can reach 1 million 800 thousand a year.

One of the damage mitigation tools used in Machu Picchu is the use of draining grills.

“(The draining grills) have a great durability, we have them in use for 6 years and it is not seen that they have worn out, if we had a path, without the floors, with the trampling and shoes it will erode and in a year we could have a concavity of 15 centimeters, “said Astete.

Salkantay – Uma das trilhas mais bonitas da América do Sul

DCIM100GOPROGOPR0959.JPG

Localizada a aproximadamente 4.500 m acima do nível do mar, a Trilha Salkantay (ou Salcantay) é rodeada por belas paisagens andinas.

Com 74 km, ela vai dos pés do nevado Salkantay até o início da selva amazônica peruana e é uma ótima opção para os viajantes que querem conhecer além das ruínas de Machu Picchu.

A trilha vem se consolidando como a escolha de muitos aventureiros que querem fugir do grande número de turistas que circulam pela trilha Inca Clássica. E os que fazem esta opção, são unânimes em dizer que o percurso é lindo e vale muito a pena. Ele é formado por estradas de terra e vale, passa por pequenos riachos, tem poucas trilhas e costuma ser feito em 5 dias e 4 noites.

Trilha Inca Clássica x Trilha Salkantay

Existem várias diferenças entre estas duas famosas trilhas peruanas.

Confira no quadro abaixo:

TRILHA INCA CLÁSSICA TRILHA SALKANTAY
É formada por estradas incas,
com calçamentos de pedras originais
em boa parte do trajeto.
Possui estradas de terra,
sem nenhum tipo de calçamento inca.
Ao longo do caminho, é possível
observar vários sítios arqueológicos.
Não é possível avistar sítios
arqueológicos durante o percurso.
Chega-se em Machu Picchu
pela Porta do Sol.
Chega-se a Machu Picchu pela estrada
que liga o povoado de Águas Calientes
ao sítio arqueológico.
São utilizados carregadores para
levar equipamentos e comidas de uso
comum nos acampamentos.
São os cavalos que levam os
equipamentos e comidas de
uso comum.
Os três pernoites são feitos em
barracas.
São três pernoites em barracas.
No quarto dia, os viajantes se hospedam
em um hotel de Águas Calientes.
Por ser o trekking mais famoso do mundo, atrai muitos turistas durante todo o ano. É uma trilha mais contemplativa, sempre lembrada como uma das mais bonitas do mundo e possui um número menor de viajantes.

O que levar para a Trilha Salkantay

Para não passar apertos durante a longa caminhada de Salkantay, é preciso que você saiba muito bem o que não pode faltar na sua mochila:

• Garrafinha para armazenar líquidos e purificadores de água;
• Saco de dormir;
• Lenço umedecido e papel higiênico;
• Repelente;
• Óculos e protetores solares;
• Gorro e luvas;
• Folhas de coca e analgésicos para ajudar a combater os efeitos do Mal de Altitude.

5 dicas para poupar e fazer a viagem dos seus sonhos

Um dos motivos pelos quais não viajamos com mais frequência é a falta de dinheiro extra, ou os altos custos com passagens aéreas e hospedagem.

Aquela viagem incrível parece cada vez mais distante? Não desanime!

1. Faça um planejamento

Defina o seu destino, a melhor época para visita-lo e verifique sua disponibilidade de férias no trabalho. Depois, pesquise as agências com melhor custo-benefício.

Você também pode montar o seu roteiro e fechar hotéis, passeios e passagens aéreas por conta própria, mas cuidado!

Muitas vezes, o barato pode sair caro, e vale mais a pena contar com uma empresa especializada, que fornecerá todo o suporte, segurança e conforto, necessários para que seu tempo e dinheiro rendam e seja uma experiência positivamente inesquecível.

Com todas as informações reunidas, crie uma planilha e calcule seus recebimentos e gastos mensais. Uma boa dica é usar a regra dos 50-30-15:

  • 50% para gastos essenciais:
    Moradia, alimentação, transporte, educação, etc.
  • 15% para prioridades financeiras:
    Se você tem dívidas, quite-as primeiro. Se não tem, já pode começar a poupar.
  • 35% para estilo de vida:
    Tudo que estiver relacionado a hobbies e lazer: academia, salão de beleza, compras no shopping, etc.

2. Foco

Corte os gastos desnecessários!

Toda vez que pensar em gastar o seu dinheiro com algo que não seja essencial, pare e pense na viagem dos seus sonhos. Vale carregar uma foto maravilhosa do destino na carteira, ou salvar fotos do lugar no celular para relembrar sempre que a tentação de gastar com supérfluos aparecer!

3. Mude seus hábitos e pratique o desapego

Que tal analisar a sua casa e reunir os itens que não usa mais?

Existem sites ótimos onde você pode vender roupas e objetos usados, e assim levantar uma graninha que ajudará na sua poupança.

Você também pode trocar a academia por exercícios ao ar livre, preparar o próprio almoço ao invés de gastar em restaurantes, substituir as idas ao bar por encontros com amigos em casa (o preço das bebidas sai mais barato se você comprar no supermercado), fazer suas unhas ao invés de ir até o salão de beleza.

4. Faça trabalhos extras

Se você tem habilidades especiais e tempo extra durante a semana ou aos sábados e domingos, experimente transformar isso em uma renda extra.

Vale fazer trabalhos artesanais, consertar o computador dos amigos, vender aquele docinho incrível que todo mundo elogia quando você faz…

5. Considere o transporte público

Se você vai trabalhar de carro todos os dias, que tal definir alguns dias da semana para ir de transporte público?

Se você mora muito longe do trabalho, pode comparar o custo mensal do combustível com uma opção de transporte fretado, ou combinar uma carona com os colegas!

E por fim, não deixe para amanhã o que você pode começar hoje!
Quanto mais rápido você começar, mais perto da sua viagem você estará! 🙂

5 motivos para visitar o Peru em 2018

IMG_1298

Peru é um país alegre e fascinante, rico de histórias e belas paisagens! Além de diversas atrações, possui uma energia positiva e emocionante. Listamos aqui, dentre os inúmeros que existem: 5 motivos para visitar o Peru em 2018!

1. A capital, Lima

Uma metrópole moderna com aproximadamente 8 milhões de habitantes, que conta com excelente infraestrutura e diversas opções de hotéis e passeios. Lima se estende por quase 100 km da costa peruana, com sua arquitetura e construções poderosas, além de bares e restaurantes conhecidos internacionalmente, museus e importantes resquícios históricos. O Centro Histórico de Lima, considerado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1988, é um dos mais bonitos e bem conservados das Américas.

2. Machu Picchu

A famosa cidade perdida dos incas, passou séculos oculta nas montanhas, intacta e praticamente conservada pelo tempo. Em 1911, o arqueologista americano Hiram Bingham a descobriu. Machu Picchu é destaque entre os turistas que pretendem conhecer o Peru, uma cidade intrigante, rodeada de mistérios sobre sua arquitetura e localização. Cercada de lendas, revela os traços de uma civilização que sobreviveu ao tempo, hoje é reconhecida como uma das Maravilhas do Mundo Moderno, e um dos principais motivos para visitar o Peru em 2018.

3. Gastronomia premiada

Em 2017, o Peru foi eleito o “Melhor Destino Culinário” do mundo pelo World Travel Awards, considerado o “Oscar do Turismo”. Dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo, 3 estão na capital, Lima. O cuidado, a beleza e os sabores únicos levaram o Peru a ser reconhecida internacionalmente por sua gastronomia, o que atrai cada vez mais apreciadores da culinária ao país. =)

4. Cusco (ou Cuzco)

Cusco ou Cuzco significa “Umbigo do Mundo” em quéchua (dialeto indígena falada nos Andes antes mesmo do Império Inca), e Berço da Civilização Inca. Ao visitar Cusco você entra em contato com as histórias de seu povo, sua arquitetura, um rico e colorido artesanato, dentre outras riquezas milenares. No centro da cidade, a Praça de Armas cercada pela Catedral, com o maior sino da América do Sul e seu Museu de Relíquias Religiosas.

5. Acesso ao país

Para entrar no Peru, você só precisa do seu RG (Identidade), com emissão inferior a 10 anos e e bem conservado (não pode haver rasuras). Documentos como Carteira de Habilitação, Certidão de Nascimento, OAB não são aceitos, mas a apresentação de visto e/ou Passaporte não é necessária. Muitos viajantes levam o passaporte apenas para receber o carimbo do país. =)

Machu Picchu, destination Top of Dream 2018

DCIM100GOPROGOPR0485.JPG

After three weeks of competition and four stages of online voting, the Inca citadel of Machu Picchu was crowned Destination Top of Dream 2018, winning in the contest to famous tourist sites such as the Swiss Alps, Paris, Greece, the region of Tuscany and the Galapagos Islands, in Ecuador. The award, which was awarded for the first time, was sponsored by Virtuoso Travel Dream Tournament, a network of the best luxury travel agencies in the United States with more than 17,500 advisers worldwide. The announcement, made through the Virtuoso Life blog, states that “the Inca citadel of the fifteenth century is a worthy champion, with its imposing green mountains, dazzling labyrinths, squares, terraces and temples. Whether you choose to train it or walk to this mystical city, Machu Picchu definitely deserves the status of your dream trip. ” With the new prize, contended in the last round with New Zealand, the legendary site is shown to the world as one of its essential destinations on the agenda of the most demanding travelers. This adds, in addition, to other distinctions won in recent years, such as the new wonder of the modern world and more recently, in 2017, the most popular South American tourist attraction in the social network Instagram. About the latter, the travel company On the Go Tours picked up in a report that Machu Picchu is ranked 12th as one of the most photographed tourist attractions in the world and the hashtag #MachuPicchu has been used 743,667 times. The Commission for the Promotion of Peru for Exports and Tourism (Promperú) has also informed that the Andean country was consolidated last year as the first recipient destination of US tourists in South America with 598 685 arrivals, surpassing Colombia and Brazil. , second and third, respectively. Machu Picchu, declared Cultural and Natural Heritage of Humanity by UNESCO since 1983, is the most famous Inca citadel in the world and is located 110 kilometers northeast of Cusco, in the province of Urubamba. This architectural jewel, whose name means old mountain, was built in the fifteenth century and is surrounded by temples, platforms and water channels.